Financiamento: acabe com as dúvidas sobre esse processo.

Financiamento: acabe com as dúvidas sobre esse processo.

Se você está pensando em comprar um imóvel, mas tem dúvidas quanto ao financiamento, nesse blog você poderá sanar algumas dúvidas referente esse processo!
Confira a nossa matéria e entenda como ele pode ser um ótimo aliado para você conquistar o seu sonho.

Comprar um imóvel é um grande passo na vida de qualquer pessoa, seja pelo significado, ou pelo alto valor investido.
Nos casos em que o comprador não tenha todo o valor do imóvel, um financiamento se faz necessário. No entanto, financiamento imobiliário é algo que ainda assusta muita gente.

O que é o financiamento imobiliário?

Antes de mais nada, financiar é pegar dinheiro emprestado com um banco para comprar um imóvel, e pagar em prestações e com juros essa dívida. De maneira geral, o comprador paga um valor de entrada pelo imóvel para o vendedor, e pega emprestado com o banco o restante, que será pago em parcelas acrescidas de juros em até 35 anos.

Durante esse período, o imóvel fica ligado ao comprador, mas não pode ser negociado. Inclusive, há diversos tipos de contratos que podem ser firmados em um financiamento, mas o mais comum é o chamado de contrato de compra e venda a prazo com pacto adjeto de alienação fiduciária. O nome assusta, mas o significado é simples: o direito sobre o imóvel financiado é do banco até que o comprador quite toda a dívida.

Quais são as condições de financiamento?

O financiamento pode ser realizado em diversos bancos. O que muda são as condições de pagamento, as taxas de juros, a duração dos contratos e quanto do imóvel pode ser financiado.

O primeiro passo é verificar as condições em cada banco e ir até uma agência para conversar com o gerente.

Você não precisa ser cliente do banco, mas saiba que, caso seja, o banco consegue reunir mais informações sobre o seu perfil e oferecer taxas melhores e aprovar o crédito com mais rapidez.

Como pedir o financiamento?

Após a compra do imóvel, é necessário que ele já tenha matricula e habite-se, caso ele esteja na planta, ou em construção, o financiamento deverá esperar a “entrega de chave” que está normalmente vinculada ao habite-se, e registro de matricula. O imóvel estando em condições de financiamento, comprado através de um contrato particular de compra e venda com o vendedor, é necessário apresentar os documentos originais e cópias de RG e CPF (do casal, quando for o caso), dos comprovantes de estado civil e de renda (holerites, extratos bancários e declaração do imposto de renda). Autônomos conseguem comprovar a renda apresentando o contrato de prestação de serviços, declaração do IR, recibo por trabalhos prestados ou declaração comprobatória de recepção de rendimentos (Decore) feita pelo contador. A comprovação de renda do comprador indica a sua capacidade de pagamento das prestações, pois o valor delas não pode comprometer mais do que 30% da renda familiar mensal. O banco também realiza uma análise cadastral para verificar o nome nos cadastros de inadimplentes (como o Serasa) e outras fontes de consulta. Quanto ao imóvel, é preciso apresentar a certidão atualizada da respectiva matrícula no Cartório de Registro de Imóveis. A casa ou o apartamento deve estar livre de ônus, sem dívida com a prefeitura e regularizado em nome do vendedor. Também não pode existir dívida de IPTU nem condomínio. Não havendo nenhum problema, o crédito é aprovado com um período de validade a critério do banco. A Merhy Engenharia possui uma equipe multidisciplinar, empenhada em encaminhar toda a documentação e tramites necessários, apenas avisando o cliente o dia para assinatura, no banco, cartório, e registro de imóveis. É possível entrar com o pedido de financiamento no banco antes mesmo de encontrar o imóvel. O procedimento é o mesmo, exceto pela documentação no imóvel, que nesse caso, não existe. Se o seu pedido for aprovado, a instituição financeira fornecerá uma carta de aprovação de crédito garantindo o dinheiro necessário para você fechar o negócio. Esse documento tem validade por, no mínimo, três meses e, em geral, é concedido em até cinco dias úteis após a entrega da papelada e formulários exigidos pelo banco. Depois da análise de perfil do comprador e sendo aprovado o crédito, o banco, por meio de uma empresa, engenheiro ou arquiteto, realiza a avaliação do imóvel a ser financiado para confirmar o seu valor.

A partir daí, finalmente, o banco elabora o contrato e pede para o comprador e para o vendedor assinarem o documento. Nisso, o crédito é liberado, o vendedor, pago, e o comprador passa a pagar as parcelas do seu financiamento. Normalmente, a primeira prestação vence após 30 dias da assinatura do contrato.

Ainda ficou com dúvidas? A gente pode te ajudar!

Envie uma mensagem, e um de nossos colaboradores especializado no assunto tirará todas as suas dúvidas!